Um fotógrafo da Reuters afirmou que a mulher pulou sobre os trilhos de segurança e correu para o cenário de Natividade gritando “Deus é mulher”. Ela tinha o mesmo slogan pintado em suas costas.

Um policial do Vaticano impediu a mulher de roubar a estátua e ela foi detida. O incidente ocorreu duas horas antes do Papa Francisco discursar sua mensagem de Natal para cerca de 50 mil pessoas na praça.

O site do grupo identificou a mulher como Alisa Vinogradova e a chamou de “sextrista”. O site afirma que o objetivo do grupo, que foi fundado na Ucrânia, é “completar a vitória sobre o patriarcado”.

Por: Reuters

(Reportagem de Alessandro Bianchi)